02 de agosto é dia do Perdão de Assis: Ex-Prefeitas de Ipu Toinha e Corrinha entenderam o sentido da palavra


A política ipuense é caracterizada pelo forte revanchismo político. São inúmeras as pessoas que no período eleitoral misturam política com vida pessoal. Agressões físicas e verbais ocorrem entre os partidários rivais.

A rivalidade fica tão exacerbada que gera inimizades e naturalmente há a formação do inimigo político. Por um tempo pensou-se, erroneamente, que as ex-prefeitas de Ipu Toinha e Corrinha eram inimigas politicas, que jamais iriam trilhar o mesmo passo no pleito eleitoral. A frase proferida por Corrinha que "pica-pau" não se junta com "cururu" parecia ser dogmática.

Contudo, o tempo passa e o dinamismo político provoca mudanças no cenário eleitoral vigente. Os pensamentos inovam-se e os valores morais também. Prevalece a força das novas ideias! O que pensava-se ser improvável de acontecer de fato aconteceu!

Toinha e Corrinha uniram-se em prol de um objetivo comum, ou seja, resgatar o brilho de Ipu através da defesa de um projeto político inovador. Ambas acreditam no potencial da juventude e na força de vontade em que os jovens possuem em provocar mudanças positivas ao município de Ipu.

A união de Toinha e Corrinha foi tornada pública durante a Convenção do PDT e coligados ocorrida no último domingo (31). Percebe-se, claramente, que não há mais espaço para ódio, rancores e inimizades na política.

Deseja-se que tanto os apoiadores de Corrinha como os de Toinha possam abraçarem-se nesse momento e sepultem de vez as discordâncias políticas do passado.  É tempo de paz, é tempo de perdão! É tempo de se buscar uma reconciliação com Deus!

Compartilhar

Sobre Rárisson Ramon

Rárisson Ramon, de Ipu - CE de nascimento e criação, é acadêmico de direito, faz participações em rádio e é blogueiro.