(Opinião) Vereador Evaldo Gomes seria o nome ideal para ser secretário de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico de Ipu-CE

Vereador Evaldo Gomes/Foto: CMI
A Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Tecnológico de Ipu ficou em inércia durante o primeiro mandato do gestor municipal Sérgio Rufino (PC do B). As políticas públicas voltadas a impulsionar as culturas da economia criativa, empreendedorismo, micro e macro economia, ficaram em latência devido não haver projetos voltados a desenvolver tais áreas, além da falta de um secretário na pasta.

A capacitação profissional e a geração de emprego e renda também não foram estimuladas de forma significativa no município nesses primeiros quatro anos da gestão Respeito e Transparência. Isso de certa forma contribuiu para o decaimento econômico da cidade. O dinheiro não circula, o comércio não vende e consequentemente, não há espaço para gerar novos empregos. A cidade fica a depender somente do dinheiro dos aposentados, pensionistas, funcionários públicos e beneficiários dos programas de assistência social do Governo Federal.

Para o segundo mandato de Sérgio Rufino espera-se que o mesmo promova mais investimentos voltados a estimular a economia da cidade. Todavia, necessitará de uma pessoa com capacidade criativa, visão e com boa comunicação com os empresários/comerciantes locais.

Dentre os que fazem o grupo de situação o nome ideal seria o do vereador reeleito Evaldo Gomes (PC do B). Evaldo tem conhecimentos na área tecnológica e é um dos que estão a frente do projeto de implantação do Cinturão Digital em Ipu. Por ser empresário, tem canal aberto com o comércio e poderia realizar parcerias com a CDL de Ipu e outras instituições, a exemplo do Banco do Nordeste, Sebrae, Sesc, Senac, dentre outras. 

Em nosso entender, Evaldo Gomes tem o perfil necessário a ocupar a pasta. Resta saber se o mesmo aceitaria deixar o legislativo para assumir um órgão do executivo, caso houvesse o pedido do Prefeito Sérgio Rufino. Em termos financeiros não ficaria prejudicado por conta do reajuste salarial onde secretário municipal e vereador tiveram os subsídios equiparados, cerca de seis mil reais.

Compartilhar

Sobre Rárisson Ramon

Rárisson Ramon, de Ipu - CE de nascimento e criação, é acadêmico de direito, faz participações em rádio e é blogueiro.