(Ipu-CE) Fim do primeiro período ordinário do legislativo ipuense: Câmara Municipal sem muito brilho


Na última sessão do primeiro período ordinário, 27/06, que inicia no dia 1º de fevereiro e finda no dia 30 de junho, os vereadores de Ipu aproveitaram a tribuna da Câmara para ressaltarem os seus projetos de indicação e reforçar aqueles que ainda não foram atendidos pelo Executivo.

Alguns aproveitaram para criticar severamente a decisão que autorizou a abertura das comportas do açude Araras, que agora passará a jorrar a vazão 3.000 litros/segundo via médio e baixo Acaraú, uma verdadeira desumanidade em tempos de seca!

Houve agradecimentos e cobranças ao gestor Sérgio Rufino, principalmente para a retomada de obras paralisadas, dentre estas, a do Estádio Municipal Antonio Pereira de Farias (Pereirão). 

Segundo o edil situacionista Elisafran Mororó (PR), a verba para retornar as obras no referido estádio já foi liberada meses atrás, e o mesmo questionou os motivos pelos quais a Prefeitura já não aplicou o recurso à obra do estádio.

O ponto falho da sessão ao longo do primeiro período ordinário foi a baixa frequência de munícipes. 


Os discursos dos edis não tem atraído a população, o que faz com que a Câmara tenha uma atuação apagada. Espera-se que o próximo período ordinário seja mais empolgante a atuação dos vereadores e passem a legislar com mais singularidade.



Momento Paizão😄!

E quem acompanhou a última sessão ordinária do semestre foi a pequena ipuense Maria Rarielly. Fez a festa dela!



Compartilhar

Sobre Rárisson Ramon

Rárisson Ramon, de Ipu - CE de nascimento e criação, é acadêmico de direito, faz participações em rádio e é blogueiro.