Coluna Davi Lima: Você ama a Deus ou está apaixonado por ele? “Devemos dar a apostasia seu verdadeiro nome: Adultério Espiritual”, Francis Schaeffer.


Quantos de nós não gostamos de sermos amados? Sempre é revigorante saber que nosso amor pelo próximo, por nossos pais, filhos ou pelo cônjuge é correspondido, sempre é bom quando esse mesmo amor é provado nas ações e não apenas em suposições. Devemos sempre lembrar a diferença abissal entre o amor e a paixão, o amor, é construído, é comprovado, é respeitoso, é eterno [...] e faltariam adjetivos da mesma espécie para caracterizá-lo precisamente. Já a paixão é instantânea, é inconsistente, é superficial, é passageira [...] e nunca pode ser confundida com o Amor.

No Capítulo 10 (verso 11) do livro de João, Jesus se declara com propriedade e autoridade: “Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a vida pelas ovelhas”, Ele continua expondo suas diferenças em relação ao mercenário, o que não é Pastor. O amor que Jesus tem pelos seus filhos mostra-se quando recentemente relembramos a Páscoa, onde em diversas cidades, foram recriados em peças teatrais os últimos passos de Cristo e sua Ressurreição dos mortos, mas, o que o motivou? A superficialidade da paixão ou a eternidade do Amor?

Joshua Harris afirma com propriedade: “Deus nos leva ao pé de um tronco em que um homem nu e sangrando está pendurado e diz: Isto é amor”. Mas então, por que não correspondemos o amor do Pastor bom? Porque estamos invertendo os fatos? Nós nos importamos mais em amar o próximo, a bens materiais, a nosso trabalho e a nós mesmos mais que a Deus e seu Filho! Jesus não disse em vão: “[...] Quem me amar guardará minha Palavra e meu Pai o amará... (Jo 14:23), talvez ainda estejamos nas nossas religiões ou talvez ainda frequentemos os nossos templos, mas, se não nos sujeitamos nossas vidas, sonhos e ações sob a Palavra de Deus, em vão é nossa fé, apenas confirmamos nossa paixão e não o Amor. Dizemos que amamos a Deus, mas isso não é verdade, muitos de nós amamos apenas as “bênçãos” de Deus. Amar a Ele significa seguir e se sujeitar aos mandamentos de Jesus, do contrário, não diga que ama a Deus.

A apostasia (em grego antigo απόστασις [apóstasis], "estar longe de") refere-se a um afastamento definitivo exteriorizado ou apenas internamente. Talvez não tenhamos nos afastado da Palavra de Deus totalmente como assinalou Schaeffer no título desta matéria, mas se não nos alimentamos desse pão de amor (Bíblia Sagrada) só provamos que o que temos para Deus é paixão, e já aprendemos que ela é passageira e superficial. 

Nós não podemos dar a salvação para sua alma, contudo, podemos lembrá-lo de que existe um caminho para que você conheça o Bom Pastor. Esse caminho se chama Bíblia Sagrada, assim como o corpo que não se alimenta fisicamente acaba adoecendo, aquele que não alimenta a alma estará morrendo lentamente todos os dias. Quer viver? Não deixe para amanhã, comece a ler a Bíblia responsavelmente a partir de hoje, assim você conhecerá a voz do Bom Pastor e passará a amá-lo.

Solus Christus,

_________________________________
*Davi Lima de Oliveira, 21 anos, Membro da Igreja Cristã Evangélica Betel, atuou nos grupos GAP e Alfa e Ômega, Fundador do Grupo de Estudo Bíblico (GEB) em Universidades e Escolas de Sobral, Coordenador da Academia de Formação em Missões Urbanas (AFMU – Sobral), Fundador do Curso de Abordagens Criativas, Colunista do Blog Expresso Ipu e Acadêmico do Curso de Direito - UVA. Reside em Sobral – CE. Contato: (88) 9-9681-9277. E-mail:davilimadireito@hotmail.com.

Compartilhar

Sobre Rárisson Ramon

Rárisson Ramon, de Ipu - CE de nascimento e criação, é acadêmico de direito, faz participações em rádio e é blogueiro.