(Ipu-CE) A eleição municipal terminou: agora iniciou as especulações sobre a próxima presidência da Câmara e quem irá compor secretaria

Já é costume, após o findar do pleito eleitoral, que haja as comemorações do grupo vitorioso. Churrascos, cervejadas, show com artistas, fogos de artifício, dentre outros, fazem parte do metiê da vitória.

Também é costumeiro o iniciar dos burburinhos sobre como ficará a composição da mesa diretora da Câmara Municipal em 2017 e se algum suplente irá assumir uma cadeira no legislativo. Haverá mudanças no secretariado de governo? Eis alguns exemplos de comentários nas rodas políticas de Ipu e nos bastidores.

Vamos as principais especulações:

Asarias Araújo assume ou cede a vaga?

O candidato eleito Asarias Araújo (PROS - 561 votos) poderá ter dois caminhos a seguir: Primeiro, manter a ideia inicial de defender os interesses da saúde no legislativo através da propositura de projetos de indicação que contemplem a pasta. O segundo seria retornar a direção do Hospital Municipal e ceder a vaga para o primeiro suplente de sua coligação, no caso, o sobrinho do prefeito Moreira Filho (432 votos).

Quem será o próximo presidente da Câmara Municipal?

Há teses que apontam que a edil reeleita Arlete Mauriceia (PC do B - 1.150 votos) será a próxima presidente da Câmara. O fato marcaria o reconhecimento do Prefeito Sérgio Rufino pela fidelidade da vereadora. Todavia, há quem sustente que o nome de Arlete não é bem aceito pelo grupo de vereadores da situação. Inclusive, tem que defenda a hipótese de que Arlete irá assumir a secretaria de educação, o primeiro suplente Carlos Amarante (PC do B - 845 votos) ganharia a vaga e o edil reeleito Edvan Peres (Monga - PC do B - 1.157 votos) seria o próximo presidente da Augusta Casa Legislativa no biênio 2017-2018. O edil reeleito Zeca Rufino (PC do B - 1.627 votos) comporia a nova mesa diretora como Vice-Presidente.

Vereador Monga poderá ser o próximo presidente da CMI
Sérgio Rufino cooptará vereadores da oposição?

O prefeito reeleito possui a maioria simples no legislativo municipal para o próximo mandato. Elegeu 7 em um total de treze vereadores. Sabe-se que há matérias que carecem de 2/3 de aprovação, ou seja, o prefeito teria que ter 9 vereadores para aprovar tais matérias. Nesse sentido, entende-se que sim. Sérgio buscará cooptar pelo menos mais dois vereadores da oposição. O grande dilema seria quem seriam os edis de oposição a serem agregados e quais vantagens o prefeito estaria disposto a ceder para convencer a vinda de dois vereadores a seu grupo liberdade.

Compartilhar

Sobre Rárisson Ramon

Rárisson Ramon, de Ipu - CE de nascimento e criação, é acadêmico de direito, faz participações em rádio e é blogueiro.