(Ipu-CE) Gestão da Liberdade pretende implantar sistema de câmeras nas secretarias: vem aí o "Big Brother" da Prefeitura de Ipu

Foto ilustrativa
O município de Ipu, vez outra, passa por momentos de ondas de assalto e furtos. São inúmeros os relatos de pessoas que sofreram perdas patrimoniais, onde destaca-se o roubo de aparelhos celulares e dinheiro em espécie. Há comércios na cidade que, inclusive, os bandidos tornaram-se clientes por conta das condutas reiteradas da prática delituosa prevista no artigo 157 do Código Penal Brasileiro, o famoso roubo.

A gestão municipal também foi vítima e teve seu patrimônio dilapidado. Quem não se recorda da invasão ao prédio da secretaria de saúde que teve inúmeros objetos furtados, principalmente computadores, CPU, roteadores de Wi-fi, dentre outros, em outubro de 2016. (Reveja aqui).

Por essas e outras, é que a atual gestão pretende implantar um sistema de monitoramento através de câmeras de segurança nas repartições públicas municipais. Segundo fontes, as primeiras secretarias a receberem o sistema serão as de Educação e Saúde. A medida também visa poupar gastos em relação a contratação de vigilantes para o período noturno.


Entende-se que tal implantação de câmeras vai gerar polêmica tendo em vista que muitos servidores passarão a ter a sua privacidade laboral quebrada. Outros já entendem que a medida irá coibir as supostas desídias por parte de alguns outros servidores.

E com avançar tecnológico, já é possível ao Prefeito Sérgio Rufino (PC do B) e aos seus secretários monitorar todas as atividades das repartições públicas municipais através de um simples aparelho celular.

Foto: tecmundo.com.br
Tem-se o pensar que a implantação do sistema de câmeras de segurança deveria atender prioritariamente à população, pelo menos no primeiro momento. Quem está a sofrer com roubos e furtos pelas ruas do município é o cidadão ipuense. Desta feita a lógica seria oferecer aos ipuenses melhores condições de segurança. Uma vez atendido o resguardo da segurança dos ipuenses e visitantes, passaria-se a implantar as câmeras nos setores públicos municipais.

Salvo disposições em contrário, o "Big Brother" da Prefeitura de Ipu vai começar pelos órgão públicos municipais!
Compartilhar

Sobre Rárisson Ramon

Rárisson Ramon, de Ipu - CE de nascimento e criação, é acadêmico de direito, faz participações em rádio e é blogueiro.