(Opinião) Vereador Hilton Belém é alvo de constantes assédios para aderir ao Grupo Liberdade


A política ipuense costuma não se render a inércia. A cada momento surgem fatos novos que mexem com o cotidiano local. A cidade vive uma verdadeira efervescência no meio político-partidário. O assunto do momento é sobre a possível adesão do vereador de oposição Hilton Belém (PSD).

Entre os analistas políticos do grupo liberdade, é dada como certa a adesão do edil supracitado. Que faltaria ajustar apenas alguns "detalhes" à virada do nobre vereador.

Hilton, por seu turno, nega qualquer possibilidade de adesão. Constantemente é acionado pelas mídias sociais por parte de correligionários da oposição sobre o seu posicionamento político.

Sabe-se que o edil não desfruta de uma relação amistosa com o senhor Rogério Palhano, radialista e defensor-mor do Prefeito Sérgio Rufino, o que leva a muitos a crer que talvez esse seja o principal empecilho da ida de Belém às asas da liberdade.

O que o edil mais deseja é a liberação da malha asfáltica para beneficiar a comunidade do Engenho dos Belém, principal reduto eleitoral do mesmo. O projeto encontra-se engavetado no Gabinete do Governador Camilo Santana. O deputado Sérgio Aguiar (PDT) não está conseguindo desengavetá-lo.

Quem sabe o Prefeito possa garantir como barganha de cooptação a liberação do referido projeto para melhor convencer Hilton a aderir ao projeto liberdade. Uma vez liberado, Sérgio estaria fomentando o turismo e desenvolvendo a economia na comunidade do Engenho dos Belém, como também conquistando novos eleitores.

Agora, não há como negar que a adesão de Belém, possa acarretar em menos possibilidade de emprego aos que genuinamente votaram em Sérgio Rufino (PC do B).
Compartilhar

Sobre Rárisson Ramon

Rárisson Ramon, de Ipu - CE de nascimento e criação, é acadêmico de direito, faz participações em rádio e é blogueiro.