(Ipu-CE) O que podemos depreender do carnaval de Ipu 2018?

Bloco do Avesso 2018
Que a cidade de Ipu possui potencial para realizar um grande carnaval, isso já sabemos, e por que não o faz? É normal que uma gestão pública procure sanear os débitos e manter o equilíbrio econômico, todavia, quando se obtém o ajuste financeiro do erário, pode-se dar passos maiores.

O que venho analisando em relação aos críticos acerca do carnaval de Ipu é justamente isso: nada se faz sem planejamento, sem organização e muito menos sem equipe! Também nada se faz quando o prazo de realização é curto!

O sucesso para o carnaval de Ipu é contar com uma estrutura de um Trio Elétrico e apoio dos blocos associados. Não há como fugir dessa realidade. Soma-se a isso a criação de uma conta exclusiva para custear o carnaval da cidade ou um fundo de carnaval como queiram.

Na minha concepção, o Bloco da Mala jamais deveria ser puxado por um paredão de som. Um bloco tradicional e único merece mais atenção e estrutura logística melhor! Diferentemente do Bloco do Avesso, que por ter um público predominante de jovens os paredões podem ser utilizados sem problemas.

Paredões de Som são importantes dentro do carnaval porque é o que atrai a juventude. Sei que boa parte das famílias não gostam por conta do barulho ensurdecedor, porém é somente no período momino. Sem os paredões não há como o carnaval brilhar e ser lotação de público!

Espera-se que em 2019, a gestão possa ter mais sensibilidade em relação a organização/planejamento do carnaval ipuense. De apoiar os blocos associados e contratar atrações artísticas de renome, sem faltar, logicamente, de valorizar os artistas da terra!


Compartilhar

Sobre Rárisson Ramon

Rárisson Ramon, de Ipu - CE de nascimento e criação, é acadêmico de direito, faz participações em rádio e é blogueiro.