Cidade sem um eficiente programa de desenvolvimento econômico não possui perspectiva de crescimento, afirmou a palestrante Daniela Costa

Palestrante Daniela Costa ao lado dos jovens Diego Carlos e Dra. Ludmila Muniz

A enriquecedora palestra promovida pelo PDT de Ipu aliado a colaboração do empresário ipuense Augusto Pontes, na noite de segunda-feira (08), que contou com a palestrante Daniela Costa, atual Secretária da Tecnologia e Desenvolvimento Econômico de Sobral, possibilitou aos presentes uma visão norteadora de como um município poderá despertar uma cultura empreendedora e assim crescer em termos econômicos. 

Para isto, basta uma gestão compromissada em realizar políticas públicas voltadas a capacitação e qualificação da mão-de-obra presente no município. Segundo Daniela Costa, muitos municípios do porte de Ipu estão enfrentando o que ela denomina de "crise de liderança", Tal crise gera inconformidade na população ao qual buscará mudanças no panorama político da cidade.

Um município que queira prosperar precisa inovar, ou seja, promover um processo de mudança nos mais variados setores. Abarcar diversas situações transformadoras que possibilitem um desenvolver sustentável, seja no meio empresarial ou público. 

Todavia, isso somente irá acontecer caso a cidade esteja com bons índices de educação, saúde e segurança, dentre outros que permitam ao município atrair investidores.

Uma outra alternativa simples seria o incentivo a "cultura artesanal", uma das formas de movimentar a microeconomia do município através da criação de condições de venda do artesanato produzido. A gestão poderia fomentar formas criativas de agregar valor a tais produtos. Realização de feiras itinerantes seria um exemplo prático. 

A palestrante encerrou a sua participação esclarecendo que uma gestão municipal para ter sucesso necessita elaborar projetos. Ter reconhecimento a nível estadual. Que a tendência mercadológica a nível de município não está voltada para atrair grandes empresas e sim em capacitar, qualificar a juventude. Fomentar a cultura do empreendedorismo. Estimular a abertura de microempresas diminuindo a informalidade. Estender essa política aos distritos. 

Uma cidade não tem perspectiva de crescimento sem um eficiente programa de desenvolvimento econômico. Daniela também lamentou a retirada de Ipu do mapa turístico do Ceará.






Compartilhar

Sobre Rárisson Ramon

Rárisson Ramon, de Ipu - CE de nascimento e criação, é acadêmico de direito, faz participações em rádio e é blogueiro.