Empresa Ótica Central dos Olhos apresenta nota de esclarecimento aos ipuenses


Dos fatos 

Em relação a matéria publicada da vigilância sanitária, especificamente a Ótica Central dos Olhos, empresa devidamente registrada, legalmente constituída na forma da lei, amparada pela resolução número 16 de dezembro de 2009, do Comitê para Gestão da Rede Nacional para Simplificação do Registro e da Legalidade de Empresas e Negócios-REDESIM, esclarece aos seus clientes e público em geral, que suas instalações obedecem criteriosamente aos padrões de qualidade e de higiene, tendo como objetivo a segurança, a qualidade dos seus serviços e produtos oferecidos à sociedade Ipuenses, primando pelo respeito e consideração a estes, no entanto fora notificada para a emissão do alvará, compareceu por duas vezes na devida secretária, não sendo atendida em razão de ser orientada a ir ao setor tributário, o tributário recomenda voltar à secretaria, de volta não haveria a pessoa habilitada para tal fim, portanto não houve a quem recorrer pra atender ao contribuinte, que se surpreendeu nove horas da manhã do dia 12 de março, atendendo ao público, enquanto a guarda municipal com a viatura e dois carros a serviço da prefeitura faziam a cobertura da ação sanitária. Esclarece ainda que a empresa é quem procurou a secretaria, porém não foi atendida e nem tratada como é para ser o contribuinte que trabalha e produz, gerando emprego e renda e os altos impostos da carga tributária neste país.
Compartilhar

Sobre Rárisson Ramon

Rárisson Ramon, de Ipu - CE de nascimento e criação, é acadêmico de direito, faz participações em rádio e é blogueiro.